O Rosa é ou não uma banda Gospel?

De vez em quando alguem na mídia nos apresenta como "banda Gospel", outras vezes quando apresentamos nosso trabalho à alguem, ate mesmo em função do proprio nome da banda, somos questionados com a pergunta: "É Gospel?"
Antes de começar a responder essa pergunta que gerou e ainda gera muitas polemicas em torno do Rosa de Saron, preciso deixar claro q não gosto e não concordo com o significado que a expressão "música gospel" tomou no Brasil. 
Musica Gospel, nos Estados Unidos (país de origem do estilo e da expressão) é um genero músical que da nome à musica negra cristã americana. Se você procurar um CD na sessão "Gospel Músic" você vai encontrar basicamente, só para ilustrar, aquele tipo de música do filme Mudança de Hábito, enquanto todo o resto de música evangélica você vai encontrar na sessão "Música Cristã Comtemporanea"
No Brasil, infelizmente, qualquer música cristã, seja rock, samba, forró, louvor, etc.. vai cair tudo no mesmo balaio do Gospel. A mesma coisa aconteceu nos anos 90 com a diversa gama de rítimos da Bahia, todas colocadas pela industria fonográfica, para fins comerciais, debaixo do guarda-chuvas do empobrecedor rótulo "Axé Músic".
Não se engane, o rótulo Gospel Músic também surgiu pelas mesmas necessidades.
Mas enfim, quem sou eu pra mudar o mundo? O Axé e o Gospel estão aí e eu não sou nem baiano e nem evangélico, o que eu tenho que palpitar, né? Ranzinzisse. ASSUMO!
Voltando a pergunta, nessa generalização músical, somos inumera vezes intitulados de Gospel, o que não nos ofende de forma alguma, já que temos profundo respeito e amizade por boa parte dos artistas que compoem esse cenário tão diversificado e rico músicalmente, porem, nós especificamente nunca nos auto entitulamos assim, primeiro por respeito à parte do público evangelico que "não quer se misturar", alem daquela parte do público católico que não quer nos ver misturado. Complicado...
Mas quando acontece, acontece e pronto, e daí? Também não saimos em protesto na rua para dizer "não nos chame de Gospel", afinal, se qualquer coisa pode ser Gospel, pq não podemos também? Se alguem decide rotular assim...
Eu sei o que você está pensado: "Cara, você está me confundindo. Responde logo: Rosa de Saron é ou não Gospel"
Se você me perguntar em um dia que eu estiver de bom humor, porem com preguiça de explicar, a resposta é: "É sim"
Se você me perguntar em um dia que eu estiver de bom humor e com disposição de explicar (já aviso que isso é raro) a resposta é: "Não exatamente" e aí vou explicar que somos sim uma banda cristã, porem não somos evangélicos e ainda vou falar toda aquela coisa do Spiritual e da música negra americana e tal (repito, não conte com isso)
Se você me perguntar em um dia que eu NÃO estou de bom humor (e suas chances são grandes) a resposta é: "NÃO! É ROCK'N'ROLL"
Ahhh sei lá meu! Quer me fazer feliz? "Não me compare, eu não estou com vontade"



Escrito por Rogério Feltrin às 16h14
[] [envie esta mensagem] []



Rachei de Rir

Essa é mais uma daquelas velhas histórias de contar o milagre mas não entregar o santo. Infelizmente, sabe como é, nem sempre da para entregar nomes e pessoas.
Antes de continuar se faz necessário uma pequena explicação do "modus operandi" do Rosa de Saron para que a coisa toda faça sentido.
Funciona assim: Praticamente tudo aquilo que se ve no palco, durante um show do Rosa, vai junto com a banda, mas isso quando vamos em nosso onibus. No caso de shows mais distantes, que exigem viagens aereas, algumas coisas, bem poucas, são pedidas para a orgaziação do evento providenciar pra gente.
Bom, dias atrás, um dos organizadores de um show nosso, desses mais distantes, telefonou para o Ronie, nosso produtor:
- Ow Ronie, estou aqui com a lista das coisas que você pediu e eu estou ligando porque eu precisava saber qual é o tamanho dos ursinhos.
- Ãh? Como é? Uuuuuursinhos? Não entendi.
- É! está aqui na lista.
- Ursinhos?
- Éééé! Tá aqui: 3 Puffs
- Nãããããão, não são ursinhos Puff, são puffs, de sentar, para usarem no momento acústico do show.
- Aaaahh!
Agora eu fico aqui, só imaginando, tudo o que passou pela cabeça do organizador e por quanto tempo deve ter se contorcido de curiosidade tentando imaginar:
"Mas o que será que eles vão fazer com esses ursinhos?"



Escrito por Rogério Feltrin às 22h17
[] [envie esta mensagem] []



Os Rumos que a Vida Toma

Pense o seguinte:
Vc é adolescente e como a maioria dos adolescentes tem uma vocação inegavel pra fazer M....
Aí, um dia, um amigasso seu q começou a fumar umas paradas diferentes te convida a ver "qualé q é". Vc curiosissimo e de saco cheio de só ficar "loco" de Chapinha, marca c/ ele pra fumar esse negócio no sábado.
Na mesma semana, um outro amigasso seu, q tb nunca foi lá flor q se cheire, afinal vc tb tem um talento natural para escolher amigos, te convida pra uma parada bem estranha chamada "barzinho de Jesus", q tb vai rolar no sábado.
Vc fica nessa encruzilhada paradoxal do q fazer no sábadão concorrido.
Mas sabe como é, né? Vc tem boa familia, estudou em colégio de padres, tem alguns valores e fica c/ a pulga atras da orelha pensando: "esse tal convite de num sei o q de Jesus no mesmo dia deve ser algum aviso dos céus, melhor eu conferir"
Beleza, vc não vai fumar a parada c/ o amigo e vai no tal barzinho de Jesus c/ o outro...
PLAM PLAM PLAM plam plam plem plem plim plim plim pliiiiiiiim....
QUASE um quarto de século depois e muita água passada por debaixo da ponte, vc está reunido na CNBB (Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil), em Brasilia, no prédio onde se tomam todas as decições q ditam o rumo da Igreja no Brasil, discutindo sobre o convite q sua banda recebeu (da mesma CNBB) p/ tocar na Jornada Mundial da Juventude, em Madri, com o Papa, representando a juventude do Brasil.
Nessa hora, vc olha em volta e pensa: "Onde será q eu estaria nesse exato momento se naquele dia eu tivesse escolhido fumar maconha?"



Escrito por Rogério Feltrin às 02h09
[] [envie esta mensagem] []



A Escolha de Zé Carlos

Era fim de tarde de uma quarta feira chuvosa na cidade de São Paulo. José Carlos tomava um cafezinho tranquilamente na pequena copa do escritório de contabilidade em que trabalhava, no Tatuapé, quando sentiu uma agulhada diferente no peito. Gelou.
Ao virar-se para comentar aquela dor estranha com o moto boy da empresa que usava a maquina de xerox ao lado para reproduzir a apostila do supletivo, “tum”, caiu desacordado no tapetinho azul desbotado que ficava na entrada da copa.
Quando abriu os olhos José Carlos estava sentado numa sala, cheia de cadeiras acolchoadas e forradas com napa cinza claro.
Confuso, não tinha certeza de onde estava. Seria sala de espera de algum consultório? Hospital? Poupa-Tempo? Afinal de contas sua ultima lembrança era a do cafezinho.
Perguntou então para um velhinho ao lado: “Eu sei que isso pode parecer uma pergunta estranha, mas... que lugar é esse?”
O velhinho deu uma pequena gargalhada meio sem força e respondeu: “Setor de triagem”
- Triagem do que? Para que?
- Para o Céu!
Pobre José Carlos, infarto, fulminante! José Carlos agora era mais um personagem do além.
Em segundos passou por negação, inconformismo, desespero, pânico e sem saber o que fazer ficou ali, paralisado, com os olhos esbugalhados. Paralisia essa só interrompida quando um dos atendentes do setor de triagem chamou seu nome.
Ao chegar no balcão, o atendente meio perdido e constrangido disse:
- Sr. José Carlos, o senhor vai estar nos desculpando, em milhares e milhares de anos isso nunca ocorreu antes, mas é que... sua ficha não está sendo localizada, não temos como estar sabendo nada sobre o senhor e...
- Como assim meu amigo, do que você está falando? Perguntou ao atendente já em tom de leve irritação.
-Ó, então... é que... sem estar sabendo nada sobre o senhor, não temos como estar permitindo sua entrada no Céu, pelo fato de não termos como estar tendo certeza se o senhor está apto para tal. Mas ó... nosso supervisor já vai estar imediatamente falando com o diretor do setor para que possamos estar sabendo o procedimento nesse caso.
Meia hora depois, ou quem sabe muito mais, já que o tempo na eternidade passa de forma diferente, o supervisor chama José Carlos e diz:
- Olá Sr. José, a informação que recebemos de Seu Pedro, diretor geral do departamento é que o senhor está liberado para entrar, apesar de não existir nada que comprove sua bondade em nossos registros, também não existe nada que deponha contra o senhor e não seria justo impedir sua entrada no Céu, principalmente por um erro nosso. Por favor, a entrada fica...
De repente um corre corre invadiu a sala, parecendo uma ação da SWAT, interrompendo as explicações do surpevisor.
Vários anjos, de armas em punho apontavam para o lado de fora, quando um dos anjos que parecia ser o comandante grita: “Alto! Quem vem lá?”
Saindo das sombras, com as mãos para cima, uma criatura com chifres e barba de bode diz:
- Calma aí rapaziada, não vim aqui pra nenhuma batalha, só vim questionar uma decisão de vocês.
Antes de alguém perguntar qualquer coisa, o encardido foi continuando.
-Vejam bem senhores, vocês estão autorizando a entrada desse jovem senhor no Paraíso para não correr o risco de prejudicar um inocente, mas não tem nada também que certifique  que ele não seja um condenado, isso não é justiça e para encurtar logo esse debate que já está muito longo e não vai chegar a lugar nenhum, proponho que o próprio interessado no assunto decida o que quer fazer. Afinal, cadê o livre arbítrio tão comentado por aqui? O direito de escolha não era sagado?
Enquanto José Carlos pensava “esse cara fala mais que minha sogra” o restante da sala se entreolhava sem saber direito o que pensar. Então o comandante dos anjos tomou a frente e disse: “Está certo! Sr. José Carlos, o senhor pretende entrar ou prefere ir com... esse aí?”
De longe o “coisa ruim” já gritou:
- Ve lá heim Zeca! Antes de responder é melhor você se informar primeiro como é aí dentro, afinal, nunca ninguém voltou para contar.
Louco para mostrar serviço um dos atendentes já se adiantou, abriu um folder explicando: “Pois não Sr. José Carlos, aqui temos todas as informações sobre sua futura instalação”.
No folder havia fotos de uma aconchegante casinha, não muito grande, porem toda arrumada e bem decorada, uma boa varanda com vista para um lago de águas tranqüilas, um pequeno bosque na parte de trás, tudo com aparência de muito limpo e conservado.
-Poxa! Adorei! Empolgou-se Zé Carlos.
Imediatamente, o Belzebu aproximou-se com seu catálogo em mãos e falou:
- Com licença Zequinha, por favor não se precipite, conheça nossos aposentos, fique a vontade para olhar e decidir
No catálogo do Inferno 1 quarto com TV por assinatura, internet banda larga, telefone fixo, celular com pacote ilimitado de dados, direito a 200 torpedos por mês e o hospede ainda receberia na entrada um cartão de crédito gold internacional.
José Carlos, acostumado com o ritmo das grandes metrópoles se sentiu seduzido.
- Pô galera, foi mal, agradeço a gentileza de vocês, mas vou lá para o fogo eterno, deve ser quente mas meu quarto tem split 12 mil btus.
Para a tristeza geral do setor de triagens, José Carlos partiu com o fedorento sem nem mesmo se despedir.
Já no inferno, ao adentrar em seu novo aposento, Zé Carlos ouviu do seu locador.
- Tudo aí, conforme o combinado: TV por assinatura c/ 120 canais, celular, internet banda larga... Seu cartão de credito encontra-se em cima da mesinha de cabeceira.
- Legal, vou aproveitar que estou aqui e fazer uma ligação para Adolf Hitler. Disse Zé Carlos já pegando o celular.
- Mas... está sem sinal... não funciona? Espantou-se
- Opa! Tudo aqui funciona sim, apenas os serviços estão momentaneamente desabilitados, mas fica tranqüilo, está aqui os números de call-center da operadora do Cartão de Credito, da operadora de celular, da TV por assinatura e da empresa que fornece serviços de internet. Disse o capeta entregando o papel com os números para José Carlos.
- É só você pegar o telefone fixo ali no canto da sala e ligar para esses números solicitando a reabilitação dos serviços. Não esqueça de ter o CPF em mãos e o código do assinante, para agilizar o atendimento.
- Ãh? Como é? Disse Zé Carlos completamente atônito.
Então com 1 sorriso de satisfação estampado no rosto o diabo disse:
- Bem vindo ao inferno!



Escrito por Rogério Feltrin às 14h11
[] [envie esta mensagem] []



Atendendo a Pedidos

Tá tá tá, eu sei... esse blog do Rogerio já está quase virando o blog da Mariana, mas calma galera, na vida tudo são fases.
Depois de 1 monte de gente pedindo p/ eu publicar foto da tatoo em homenagem a minha filha, que fiz na semana q ela nasceu, recebi uma foto q adorei da fotografa Écila, lá de Belem-PA (que junto c/ sua mãe Alice nos tratam c/ imenso carinho quando tocamos por aquelas bandas) me deu vontade de publicar pq essa ficou muito bacana. (Valeu Écila)
Espero q curtam (se n não curtirem, não há muito o q fazer tb! KKKKK)



Escrito por Rogério Feltrin às 02h04
[] [envie esta mensagem] []



Encontros Surreais

Não sei no caso de vocês, mas meus sonhos (quando digo sonhos não estou me referindo aqui em projetos e anseios, mas sim àqueles sonhos que temos quando dormimos) costumam não ter nenhuma coerencia.
Tipo assim: Você está em casa e sai para o quintal para procurar seu cachorro, aí no quintal você encontra... sei lá, o Tony Ramos. "Hare Baba", aí seu quintal fica na India! Não é mais ou menos assim? (Estou atrasado no sonho, pois o quintal nesse caso deveria ficar na Itália)
Pois é! Mas as vezes a vida imita os sonhos no quesito "absurdo".
Essa aconteceu na semana que minha filha nasceu.
Fui até uma auto escola, em Campinas, fazer uma prova para renovar minha habilitação que estava vencida. Ao entrar lá, sentei, quando olhei para o lado, ali estava o Falcão, vocal do O Rappa.
Tudo bem, já encontrei o Paulo Miklos do Titãs numa livraria no aeroporto de Brasilia,  mas aeroporto é aeroporto, né? Agora na auto escola? Em Campinas?
Falei pra ele: "Po, você é o Falcão? O que tá fazendo perdido aqui?" Em bom carioques ele disse: "Vim acertar uns documentos aí"
Pensei "Mas em Campinas?", mas não quis ser inconveniente de ficar interrogando.
Enfim, me apresentei, falei do Rosa pra ele e depois fui fazer minha prova.
Surreal, né? Calma que tem mais.
Chegando em casa, contei o ocorrido para a galera e minha cunhada disse: "Ele está namorando a Isabeli Fontana"
Eu perguntei: "Quem é Isabeli Fontana?"
"O que? Você não conhece? É uma modelo famosa"
Po, realmente ele estava acompanhado de uma moça muito bonita e tal, descrevi ela para a galera.
Então imediatamente arrumaram uma revista com um anuncio com foto da mulher e realmente era ela.
Minha esposa já me zuou: "Você encontra o Falcão com a Isabeli Fontana e só reconheceu o Falcão? Não acredito! Ela é linda!"
É... bom marido é outra história.



Escrito por Rogério Feltrin às 03h30
[] [envie esta mensagem] []



Dúvida Cruel

Em todo voo, independente da Companhia Aerea, durante as explicações dos procedimentos de segurança, uma frase me intriga:
"Em caso de pouso na água, lembramos q os assentos são flutuantes"
Espera aí! Pq raios o avião "pousaria" na água?
A expressão correta nessa situação não seria em caso de QUEDA???
Bom, de qualquer forma é muito tranquilizante saber q caso seu avião "pouse" no meio do Atlântico, vc pode ficar boiando apoiado na almofada do assento...
Existe alguma estatística sobre isso?



Escrito por Rogério Feltrin às 22h32
[] [envie esta mensagem] []



Matando a Saudade Através da Web Cam

"Longe de caaasa tchu ru ru ruuu
a mais de uma semana tum tum tum tum tá
milhas e milhas distanti i is, do meu amor..."



Escrito por Rogério Feltrin às 04h35
[] [envie esta mensagem] []



A Saudade é a Mais Longa de Todas as Estradas

Quem me acompanha por aqui, nos meus raros posts, deve me imaginar um cara triste, depressivo, reclamão...
Não, não sou assim, muito pelo contrario, sou um cara feliz, realizado, com grande senso de humor, num momento de extremo otimismo em relação a vida. Digo mais, se não me sentisse assim, se não me enxergasse assim, estaria sendo incoerente com minha fé, incoerente com a forma que entendo que essa fé deva me afetar.
Mas é inegavel que vivo meus momentos de melancolia e são justamente nesses momentos que me exponho, que bate o desejo de escrever, de blogar, de compor... Então acabo "vendendo" mais uma imagem melancolica. Tenho total consciencia disso.
Sempre ouvi dizer q a chegada de um filho muda a maneira que a gente passa a ver o mundo, a vida. Quando eu ouvia isso da boca dos outros, imaginava que se tratasse de um "modo de falar". Descobri na carne que isso é muito mais que força de expressão, o quanto isso é fato.
Um dia antes de sair de casa, quando recebi do Capitão do Mato (Ronie kkkkkkkk) o e-mail com o cronograma da semana, caiu a ficha (como estou velho!! caiu a ficha é giria do tempo em que os orelhões usavam ficha...) de que ficaríamos 11 dias seguidos viajando, longe de casa.
Frustração 1: Vou perder novamente a festinha de aniversário de minha sobrinha, que esse ano foi marcada para uma segunda feira só para o tio que nunca ninguem ve poder ir. "Lara, 1 dia o titio leva vc pra Disney, isso limparia minha ficha?"
Voltando... Antes, eu viajava e deixava "apenas" minha esposa em casa, mas agora, deixo também minha filha de apenas 2 meses.
Antes, eu sentia um pouco de tristesa, misturado com um tantinho de culpa por deixar minha mulher sozinha. Agora com a chegada da Mariana, criou-se uma inversão em nossa vidas. Agora, quando saio em viagem, quem fica sozinho sou eu...



Escrito por Rogério Feltrin às 03h37
[] [envie esta mensagem] []



Só Babando

Olá Rosarianos
Eu nunca respondo nenhum comentário postado aqui no blog, mas tenham certeza de q eu sempre leio a todos. Por isso quero agradecer todas as felicitações q recebi aqui pelo nascimento da minha filha. Obrigado pelo carinho.
Bom, como vcs já devem imaginar, é LÓGICO q o post de hj só poderia ser sobre isso: o nascimento da minha filha.
Mariana nasceu dia 17 de março, em Campinas, às 18:45, medindo 48 cm e pesando 3,520 kg. Bem gordinha, né? Filho de monstrão, monstrinho é!
Eu q não consigo ver cirurgias nem em filmes na TV, encarei o desafio e fui assistir ao parto (depois posto uma foto minha vestido de avental e touca p/ entrar na sala de cirurgia. Segundo um técnico da banda, estou fantasiado de matador de porco de abatedouro de quinta categoria). Uma experiencia q recomendo, emocionante d+.
PS: Orgulhoso demais da minha esposa q deu (e tem dado) show de tranquilidade, tanto na gestação, quanto no parto e agora nos primeiros dias da Mariana.
Ser pai é algo s/ explicação, me ajuda a compreender um pouco mais Deus e seu amor por nós.
Chega desse assunto por hj pq não quero parecer mais babão do já estou parecendo.
Segue uma foto da herdeira do baixo Music Man e do LP Verão 84, tirada aki em casa, completando aniversário de 10 dias.
S/ babar no teclado, por favor




Escrito por Rogério Feltrin às 00h58
[] [envie esta mensagem] []



Just a "passadinha"

Olá Rosarianos
Só pra não perder o hábito andei sumindo do Blog, andei meio desinteressado...
O maluco é q eu não tenho twitter, orkut, myspace, NADA! Só esse blogin... Mas aí fico direto (dentro do possível) cuidando das redes sociais do Rosa de Saron, me manisfestando por elas e acabo abandonando esse blog q é o único lugar onde, tecnicamente, posso manifestar meus pensamentos (sim, as vezes eu penso) s/ me preocupar se eles refletem a posição coletiva da banda.
Mas no fim tanto faz, pq a banda está tanto em mim de forma q eu já não sei separar o Rogério pessoal do Rogério do Rosa. (Estou falando igual ao Faustão: "otima pessoa tanto no pessoal quanto no profissional"). Ô lôco meu!
Bom, deixa eu ver o q eu conto hj, afinal, desde o final do ano passado... quase 3 meses s/ dar a cara aqui, muita coisa tem acontecido...
Ahhh uma muito boa p/ descontrair de final de ano:
Estava eu em 1 dialogo c/ minha sobrinha Lara, de 4 anos, explicando pra ela q o Papai Noel tem alguns ajudantes p/ entregar seus presentes e tal, pq são muuuuuuitas crianças, etc, etc.
Finalizei a explicação, diga-se de passagem, muito coerente e bem fudamentada c/ a seguinte frase:
"Afinal de contas, vc sabe, né? Papai Noel é 1 só"
Resposta da sobrinha de 4 anos:
"É tio, Papai Noel é 1 só, 1 em cada shopping... e SÓ!"
E pensar q c/ 4 anos eu só tinha aprendido a babar ainda...



Escrito por Rogério Feltrin às 02h29
[] [envie esta mensagem] []



Onde está seu coração?

Eu já comentei em outras oportunidades aqui sobre as coisas q se perde e q se abre mão nessa "vida de circo", o tempo todo na estrada.
Não quero fazer desse blog um muro de lamentações, até pq seria injusto da minha parte já q, faço o q amo e faço pq quero. Escolhi essa vida, mais q isso, lutei por ela.
Em resumo, ninguém me obrigou a nada.
Não, não quero reclamar, quero e preciso ser grato, mas há momentos em q a gente quer desabafar, compartilhar, dividir c/ alguém, então segue a história de hj:
A alguns anos atrás, eu e minha esposa, fomos em uma construtora e fizemos negócio em uma casa, ainda na planta, no papel, apenas um sonho q começava a ter cara.
Muitas e muitas vezes passamos em frente ao terreno baldio onde seria contruido o empreendimento e foi uma alegria imensa quando começaram a limpar o terreno.
Depois veio a terraplanagem, os fundamentos, a casa começou a subir, o acabamento... acompanhamos quase q diariamente esse processo. Depois a casa pronta, um atraso na documentação, a entrega... Começamos a fazer algumas alterações q a contrutora não incluia e enfim, a casa ficou pronta essa semana.
Queriamos mudar antes do Natal, então só restou esse fim de semana p/ a mudança. Ela aconteceu hj e... eu não estava lá...
Todo mundo carregando caixa: Minha esposa grávida, minha mãe, meu pai, o Serginho vizinho do meu pai e... eu não estava lá...
Não vi as coisas chegarem, não ajudei a coloca-las no lugar.
Quando eu chegar e confortavelmente entrar s/ ter tido trabalho nenhum, vou me lembrar q não vivi esse momento, não compartilhei dessa alegria, não subi no caminhão de mudança, não sou personagem do capítulo final da história q começou quando começamos a procurar o imovel.
Engraçado q minha memória mais antiga é justamente do dia em q mudamos do sitio do meu avô para nossa casa no Taquaral (sempre em Campinas), eu tinha apenas 3 anos.
É claro q me lembro muito vagamente, apenas algumas imagens, mas eu me lembro e não tenho lembranças de nada antes disso. Deve ter sido muito marcante pra eu me lembrar 34 anos depois. Claro q foi.
Nesse momento estou em Recife-PE, amanhã a gente faz o último show do ano, mais q isso, o último show da tourne do DVD Acústico (com exceção do show especial de encerramento na Canção Nova), vivendo o previlégio de tocar música pra Deus (um sonho perseguido por toda vida), junto de pessoas maravilhosas, da minha janela eu vejo o mar, enfim, nada poderia ser mais perfeito, exceto pelo fato de eu estar sentindo esse aperto no peito.
Não vivi essa experiencia, não vou vive-la mais, passou.
Não quero me fazer de vítima nem de herói, existem médicos, policiais, comerciários, caminoneiros, soldados, vendedores, atletas, pesquisadores, etc., etc., etc., uma gama imensa de profissionais q perdem momentos como esses em função de seus oficios e objetivos. E pra mim então é muito mais q profissão, é missão, faz muito mais sentido. Mas, especificamente hj, meu coração não está aqui.
Acho q felicidade é estar onde está seu coração
Não quero aplausos, só quero por pra fora, me perdoem o desabafo.
Está tarde, vou dormir...

"peça que nesta noite Ele te toque
E cure todas suas feridas
E vele o sono e espere acordar
Amanhã será um novo dia"



Escrito por Rogério Feltrin às 04h43
[] [envie esta mensagem] []



Amigo nas horas nojentas

Se vc é do tipo nojentinho, pare sua leitura aqui. (mas sei q sua curiosidade não permite)

Existe 1 casal de amigos, fundamental, q entrou em nossas vidas de forma inusitada: Rodrigo e Audrei.
C/ certeza preciso voltar aqui p/ contar essa história, vai valer a pena, acreditem!
Mas hj, usarei meu modesto blog p/ dizer ao Rodrigo: MUITO OBRIGADO!
Explico:
Ontem, segunda, a gente tinha uma gravação na TV Sec. 21, então o Rodrigo ficou de passar no meu apto pra me dar uma carona e ir assistir a gravação.
Meia hora antes do combinado, de uma hora pra outra, comecei a sentir dor no estomago e vomitei, depois de vomitar, diarreia.
Ae ele chegou, me esperou pq eu estava ocupado c/ mais vómito e diarreia e na primeira melhora fomos p/ Valinhos.
Chegando lá um pouquinho mais de vómito e diarreia nas dependecias da TV e isso já foi suficiente pra eu estar c/ cara de zumbi do clip do Thriller.
Começou a gravação eu chamei ele e pedi: "Velho, me arruma 1 Gatorade" (merchan gratis, dizer Isotônico ficaria gay. PS: C/ todo respeito aos homossexuais)
Como não tinha na cantina da TV, ele pegou o carro e as 10 da noite saiu procurando. Achou uma padoca aberta em valinhos numa quebrada, comprou e me levou.
Só 1 amigo de verdade pra se meter em quebrada esse horário pra te comprar 1 Gatorade morango, né não?
Por ter salvo minha vida de uma desidratação fatal, minha homengem de hj vai p/ Rodrigo Pastel.
PS: Estou até fazendo uma música, inédita, de minha autoria, q ninguem nunca escreveu pra ele mais ou menos assim: "Vc meu amigo de fé meu irmão camarada" (piada de contexto, essa só meia duzia vai entender)
Procurei uma foto bacana p/ apresenta-lo pra galera e encontrei essa da gente em Belém, espero q gostem:
Da esquerda p/ a direita: Audrei (esposa do Rodrigo), o poeta Rui Barata, Rodrigo (o herói do dia) e eu (o cagão do dia. Aquele q nunca teve diarreia q atire a primeira pedra)




Escrito por Rogério Feltrin às 03h38
[] [envie esta mensagem] []



Senta q lá vem a história

Era um garoto recem convertido q amava os Beatles e os Rolling Stones e q apesar de toda formação católica q teve no colégio salesiano, toda devoção à N. Sra. Auxiliadora, aprendida lá, vivia uma crise de fé.
Na verdade, eu tinha dificuldades naquele momento em aceitar Maria, a mãe de Jesus, como minha mãe tb.
Foi então q no Barzinho de Jesus, organizado pela minha comunidade, na Paróquia Nossa Sra. das Dores (olha ela aí novamente), uma garota um pouco mais velha q eu, da equipe dos coordenadores, chamada Mariana pegou o microfone p/ contar seu testemunho.
Ela começou contando q por algum tempo teve a mesma dificuldade q eu vivia naquele momento, então imediatamente comecei a prestar mais atenção naquela história, eu queria respostas.
No meio do testemunho, ela contou q certa vez, durante um retiro, um Sr. chegou perto dela e lhe perguntou:
- Menina, qual é seu nome?
- Meu nome é Mariana. Respondeu
- Q lindo nome! E vc é mariana mesmo?
- Como assim Bial? (essa parte do Bial foi licença poética) Perguntou ela s/ entender a pergunta
- Ué, não sabe o q é mariana?
- Seria a junção de Maria com Ana? Dããã
Booooa Mari, pensei eu, dá nele! Sua mula
- Não filha, mariana é uma pessoa devota de Maria. Vc é Mariana?
Caceta... nunca tinha feito esse tipo de leitura... mas... mas... Q NOME LINDO!!
Bom, cerca de 20 anos depois de eu ouvir esse testemunho, quando a dra. disse pra gente: Vai ser uma menina, na hora eu fiz minha escolha.
Só tinha q convencer minha esposa, alias, convencer não, tinha q torcer pra ela gostar, pq aqui em casa só tem um lado q convence e um q é convencido, não vou nem dizer qual, né?
Minha esposa é nascida e criada em Belém. Quem conhece sabe, todo bom paraense é apaixonado por Maria, na devoção de Nossa Sra. de Nazaré. Não precisei nem argumentar. essa foi fácil.
Por falar nisso, estive em Belém no final do mês, e lá pedi p/ o João Marcelo (primo da Re) me levar até a Basílica de Nossa Sra. de Nazaré, para agradecer a minha mãezinha do céu pela minha filha.
Cheguei, entrei muito rapidamente enquanto o João Marcelo aguardava no carro (até pq não tinha vaga p/estacionar), ajoelhei e disse pra ela: "Mãe, o nome da minha filha é em sua homenagem. obrigado por esse presente".
Levantei-me, enxuguei minhas lágrimas e voltei pro hotel.



Escrito por Rogério Feltrin às 02h20
[] [envie esta mensagem] []



Hi, what's your name?

- My name is Bond... James Bond
- Nice to meet you Mr. Bond, my name is ana, Mariana

Eu sei q estou chato e repititivo, só venho aqui pra falar da minha filha q nasce só em 2010. Com tanta coisa acontecendo como CD novo e todo mundo querendo novidades... e eu não mudo de assunto, né?
Mas deixo o CD novo p/ o site, blog da banda, orkut e twitter... façam uma forcinha e tentem me compreender, ando meio empolgado c/ essa novidade de ser pai.
Olha só, onde eu chego as pessoas vem me dar uma abraço me parabenizando, abençoando e tal e todo mundo pergunta qual o nome da menina q vai herdar (num futuro mega distante) um baixo, algumas boas histórias e um carnê do Baú rigorosamente em dia concorrendo a tele sena especial de Natal.
Sim, ela não nasceu mas já tem nome, alias, resolvemos isso 5 minutos após descobrir q se tratava de uma menininha. 
Tudo no mundo tem nome, pq minha filha se resumiria a "nenê"? q coisa mais s/ graça.
Mariana é seu nome
Volto essa semana (não é promessa, tá!) p/ contar como esse nome entrou na nossas vidas, afinal, tudo tem um pq...



Escrito por Rogério Feltrin às 02h55
[] [envie esta mensagem] []



O mundo é das mullheres

E ae galerinha
Estou sumido pra variar, mas sempre tenho a desculpa da correria e dessa vez tem a ver c/ CD novo, legal, né?
Como fiquei de comunicar da última vez q bloguei, vem aí uma meniniha pra encher de ternura minha doce vita
Obrigado pelas msgs  de carinho, leio todas
Bjos a todos



Escrito por Rogério Feltrin às 01h48
[] [envie esta mensagem] []



+ 1 presente de Deus

É isso aí galerinha do bem, Deus, generosamente, nos deu mais 1 presente.
Vou ser pai!!! Não é o máximo? (apesar da agenda lotada, eu as vezes estou em casa, entenderam, né?)
Na foto segue meu filho(a) c/ 12 semanas (pra quem conseguir ver)
Pra se ter ideia, o baby é menor do q vc ve na tela do seu computador (se seu monitor não for daqueles micros, obvio)
Semana q vem, se tudo der certo, volto aqui pra dizer se é menino ou menina pq a gente ainda não conseguiu saber.
Tá, tá, tááááá, Podem começar a me dar parabéns vai... estou merecendo... e estou querendo tb kkkkkkkkkkk



Escrito por Rogério Feltrin às 02h27
[] [envie esta mensagem] []



O Adeus ao Cigano's Circus Show

Desde o começo de agosto passamos a ter o privilégio de viajar em um novo onibus. Mais confortavel, mais rápido, mais novo e consequentemete mais seguro.
Isso nos obrigou a abandonar o onibus antigo q se despidiu dignamente deixando sua marca em nossas memórias, pois dentro dele (e fora dele nas vezes em q ele quebrava)vivemos grandes aventuras.
Dentre muitas histórias (as melhores tem a ver c/ sua capacidade de produzir uma quantidade absurda de fumaça de óleo disel) narro aki uma das ultimas e mais heróicas.
Bom, tudo mundo conhece a estórinha da Chapeuzinho Vermelho em q a mamãe pede pra ela levar uns doces p/ a vovózinha e recomenda a ela seguir pela estrada, mas no meio do caminho o Lobo Mau aconselha a pobre a cortar caminho pela floresta e a inocente menina se deixa levar pelo papinho furado do lobo mau intensionado.
Pois é, estávamos viajando em direção a Mantenópolis - ES, quando ao parar em um posto, um sujeito sugeriu ao Seu Oliverinha, nosso motorista na época, a cortarmos caminho por uma estrada "bem mais curta".
Não é q o cara, com 50 anos de estrada entrou na conversa do sujeito!!
O resultado? Segue foto abaixo...
Ao atravessar a pinguela, o onibus bateu embaixo, arrancando uma porta sei lá do q, fato esse q nos deixou parados na estrada por mais de meia hora (outra vez???)
Mas o q importa é q chegamos ao destino, o show foi ótimo e o busão bravamente cumpriu sua missão.
Por esse e outros atos de bravura é q o onibus (q por dentro era super confortavel, to falando sério!) conhecido como "Busão do Rosa", não merecia o apelido debochado de "Cigano's Circus Show" q recebeu de nosso novo (novo em tempo no Rosa) técnico Marquinhos (q tb tem seus apelidos) em sua última semana a serviço da banda.
O povo grita nas ruas: "Justiça"



Escrito por Rogério Feltrin às 01h38
[] [envie esta mensagem] []



É Preciso Perder pra Ganhar

Quem me conhece sabe q sou um cara emotivo.
Não, não sou Emo, é diferente, sou emotivo, sentimental, essas coisas...
Mas vai da fase, tem períodos q estou mais, outros q estou demais e outros q nem tanto.
Acho q estou nessa fase “mais”.
Não sei dizer o pq disso exatamente, talvez pelo fato de estar ficando tanto tempo fora de casa ultimamente, longe dos meus. De certo modo isso acaba fragilizando a gente.
Sábado, logo q começou o show em Muriaé-Mg, alguém abriu um cartaz bem na minha frente escrito algo mais ou menos assim: “Manda um bjo pra Lara. Hj é aniversário dela”.
Por uma dessas “coincidências” da vida, minha única sobrinha, tb de nome Lara, estava fazendo aniversário naquele dia, estava fazendo 4 aninhos. (É dela a foto do post de hj).
Na mesma hora me bateu uma tristeza muito grande por não estar em casa p/ lhe dar um presentinho, um abraço, lhe dar parabéns, participar de sua festinha. Das 4 festinhas de aniversário dela, eu só estive presente em uma, nas outras 3 eu estava viajando c/ o Rosa.
Passei as primeiras músicas do show segurando o choro e pensando no tamanho das coisas q a gente abre mão na vida por um ideal, por um objetivo.
Minha escolha tem um preço a ser pago, por isso ela tem q valer MUITO a pena.
Embora eu seja extremamente APAIXONADO pelo o q eu faço, subir no palco apenas p/ mais uma apresentação, ou por diversão, ou por grana, seja lá o q for, é muito muito pouco pelas coisas q se acaba abrindo mão. Tem q ter o algo mais, senão o peão não agüenta.
Esse algo a mais, graças a Deus (literalmente), existe e tem nome: Chamado!
Acreditar q Deus está sendo transmitido em todo aquele aglomerado de som, luz, canções, falas, etc., faz tudo ter sentido, razão de ser.
Senhor, obrigado por dar sentido a aquilo q faço.
No mais, “enxuga minhas lágrimas e tens todo meu viver”



Escrito por Rogério Feltrin às 03h27
[] [envie esta mensagem] []



Piadinha Infame do Dia

Como se chamam os irmãos do Pe. Jonas?
RESP: Jonas Brothers
Affff.. Horrivel!!! KKKKKKKKKKKKk



Escrito por Rogério Feltrin às 14h18
[] [envie esta mensagem] []



A Volta dos Q Não Foram

Olha só, descobri q tenho mais fãs além da minha mãe, minha esposa e da Luma (minha boxer). Ahhhh e da Nanda.
Dei uma sumida daqui e a geral está reclamando!
Nem vou me desculpar novamente do meu desaparecimento (já fiz isso muitas vezes aqui)
Tb não vou prometer aparecer mais (pq não ando cumprindo, né?)
Mas vou agradecer o carinho de todos, poxa... s/ palavras! MUITO OBRIGADO!
Bom, a questão é q a vida está corrida, graças a Deus, não temos parado um minuto q seja
No post de hj, vou deixar mais um desenho q ganhamos, dessa vez feitos pelos artistas Saulo e Kleverton, de São José dos Campos - SP
Aos dois, obrigado pelo presente

 



Escrito por Rogério Feltrin às 19h18
[] [envie esta mensagem] []



Ói nóis aqui travêis

Olá Rosarianos
Eu sei q são poucos os os "desinfelizes" q frequantam esse blog, mas sei q são fieis.
Por isso a cobrança p/ q eu apareça tem sido grande.
Me perdoem, estamos correndo muito, graças a Deus.
Mas como prova de minha intenção de me fazer presente, estou realizando o feito raro de fazer um post no meio da tarde (em vez da tradicional madrugada)e em dia de show!!!
Só pra movimentar posto um desenho q ganhamos de presente do Thales, em São Bernardo do Campo-SP, do dia em q o Rosa fez um show em Springfield kkkkkkkkkkk



Escrito por Rogério Feltrin às 16h52
[] [envie esta mensagem] []



De Perto Ninguém é Normal (3)

Já q o assunto é cristão maluco, encerro essa série c/ o mais pirado de todos. Um cara q conheci em 1990 e aprendi a adimirar.
Ele é cantor, pregador, animador, imita Axel Rose como ninguém.
Cosme é o nome do figura. Ele lançou seu segundo CD faz pouco tempo.
Acessem o Hotsite do cara, é respondam se da pra dizer q Cosme é um sujeito normal:
http://www.codimuc.com.br/cosme
Na foto abaixo, eu e ele no Aviva Belô em MG



Escrito por Rogério Feltrin às 02h25
[] [envie esta mensagem] []



Novo Parceiro

Não se deixe enganar pela primeira impressão.
Não, isso não é uma foto do Los Hermanos. Esses 2 caras barbudos na foto são eu e o Daniel.
PS: Pra quem não sabe eu sou o gordinho da direita.
Daniel foi o cara de dentro da Som Livre q disse: "eu quero essa banda aqui"
Deus de saúde e vida longa a esse cara



Escrito por Rogério Feltrin às 02h23
[] [envie esta mensagem] []



Tio Babão

Essa é minha sobrinha Lara, filha do meu único irmão. Ela tem 3 anos.
Já está pronta p/ fazer participação especial no próximo DVD do Rosa hehehehe 

 



Escrito por Rogério Feltrin às 03h28
[] [envie esta mensagem] []



Reflexão de Ano Novo

Ola Rosarianos
A qualidade do audio e do video estao 1 pouco ruins mas a msg vale a pena



Escrito por Rogério Feltrin às 16h06
[] [envie esta mensagem] []



Alguma coisa acontece no meu coração...

Nasci e fui criado em Campinas - SP, uma cidade c/ mais de 1 milhão de habitantes.
A RMC (Região Metropolitana de Campinas), economicamente, é umas das regiões mais importantes do Brasil.
Aqui tem aeroporto internacional, universidades, é um polo de tecnologico e industrial, temos shoppings gigantes, etc., etc., etc..
Por essas e muitas outras coisas é q eu, arrogantemente, "me acho" um "cara da cidade grande".
Agora, após o Natal, fui passar uns dias em São Paulo c/ minha esposa e meus sogros, passear um pouco na capital, como sempre q posso gosto de fazer.
São Paulo tem o poder de me colocar no meu devido lugar, de me lembrar q não passo de 1 caipira q literlamente nasceu na roça (nasci num sítio em Campinas), mas tb tem o poder de me deslumbrar sempre c/ seu gigantismo, de me encantar c/ o pulsar incansável da cidade q nunca dorme.
Claro q ela tem suas chagas de metrópole, como violência, poluição, pobreza, etc.. Mas quantas e quantas esquinas esbanjando charme tem São Paulo!
Andei pela Paulista ainda iluminada pelas luzes de Natal, jantei numa cantina no Bexiga, comi o tradicional sanduiche de mortdadela no mercadão, comprei pen drive na 25, assisti missa no mosteiro de São Bento, celebrada ao som de canto gregorianos, enfim, opções não faltavam.
Vai aki algumas dicas: visitar a cidade nessa época de festas é uma boa, embora as opções culturais sejam raras pois os espetáculos param, por outro lado a cidade fica trafegavel, ela da uma boa esvaziada pq os paulistanos descem p/ o litoral.
Um site q tem boas sugestões:
www.cidadedesaopaulo.com


Foto tirada de cima do viaduto Santa Efigênia


Eu e meu sogro no Mercado Municipal


Interior da Igreja de São Bento

Finalizo ao som do 365 (uma banda dos anos 80)
"S/ São Paulo, o meu dono é solidão"



Escrito por Rogério Feltrin às 04h08
[] [envie esta mensagem] []



Tem coisas q não da pra esquecer



Escrito por Rogério Feltrin às 03h40
[] [envie esta mensagem] []



Feliz Natal!

Antes de mais nada, quero desejar a todos um Feliz Natal! mesmo q atrasado...
Apesar de q, Natal não é apenas um dia, para a Igreja é 1 tempo! Estamos nesse Tempo.
Desejo q a chegada do menino Jesus inunde de esperança e alegria a vida e a casa de todos vcs!
Bom, por falar em Natal... olha eu ae c/ o Papai Noel (sei não... esse tem pinta de ser o verdadeiro)
Me lembrei de quando era criança, minha mãe me levava p/ falar c/ o Papai Noel! Não havia shopping em Campinas então iamos ao centro (em muitos lugares do Brasil se diz "ao comercio")
Lá, várias lojas tinham Papai Noel. É claro q eu sabia q não eram de verdade, afinal como poderiam ser se só existia um??
Então eu determinei, sabe-se lá pq, q eu queria falar c/ o Papai Noel q ficava no Mappim (uma antiga loja de departamentos) pq ele sim era o verdadeiro.
Minha mãe ria dessa afirmação, eu não entendia qual era a graça...
Enfim, esse ano muita gente tirou foto comigo pra postar em orkut e em blogs, esse negócio de tirar foto c/ gente conhecida é mesmo legal! Por isso tirei minha foto c/ Papai Noel pra postar aki. Eu tb tenho direito!
Só + uma coisa: Caro Papai Noel, pq vc trouxe presente só pra minha sobrinha de 3 anos?? Tudo bem q eu sou grande (e gordo e velho e etc..) mas acho q me comportei muito bem esse ano! se vc não trouxer nada ano q vem, não vou mais divulga-lo em meu Blog (isso vale pra vc tb Coelhinho da Pascoa, caso leia essa msg)




Escrito por Rogério Feltrin às 02h09
[] [envie esta mensagem] []



O Protesto

Estávamos felizes e contentes passando som ontem à tarde em Ubatuba-SP (felizes uma ova, não escondo de ninguém q não gosto de passar som, apenas aceito resignado a invitável obrigação para q o show seja melhor), quando uma senhora, se aproximou do palco, bateu c/ uma folha de papel escrita algo perto do meus pedais de efeito e disse: "Taí, tenham dó". Virou as costas e foi embora.
Fucou curioso pra saber o q estava escrito no papel? tb fiquei!
"Taí ó"

 



Escrito por Rogério Feltrin às 13h41
[] [envie esta mensagem] []



prometo ser fiel na saúde e na doença...

Vc viaja o Brasil e onde quer q vá, vc sempre encontra um flamenguista, um vascaino, um corintiano, um santista... e por aí vai.
Torcedor do Guarani vc só encontra em Campinas, até encontra bastante fora, mas geralmente em caso de campineiro q foi morar pra outras bandas.
Sem ser daqui, conheci um bugrino em Belém, um no Rio de Janeiro, uma nova convertida em São José dos Campos, mas admito q são espécimes raros.
Vamos lá, hj eu quero prestar uma homenagem p/ esse cara da foto. Todo Hallel de Franca ou show nosso na região, ele aparece c/ a bandeira do Bugrão nas mãos!
Enquanto eu fugia do assunto futebol devido a vergonhosa situação do Bugre, lá estava ele, orgulhosamente empunhando a bandeira verde e branco.
Amor é isso!
Rodrigo é o nome desse cristão engajado, porem bugrino apaixonado! Desses q não viram a casaca na hora do sufoco (ops! essa foi endereçada kkkk).
Não é de Campinas, mas é Guarani, talvez o únco da cidade de Serrana-SP, o q faz dele um heroi.
Como diz o hino: "Avante, avante meu Bugre"



Escrito por Rogério Feltrin às 03h38
[] [envie esta mensagem] []



O Gran Finale

Hoje, é um novo dia... De um novo tempo que começou...
Nesses novos dias... As alegrias, serão de todos... É só querer...
Todos os nossos sonhos... Serão verdade... O futuro, já começou...
Hoje a festa é sua... Hoje a festa é nossa... É de quem quiser, quem vier... A festa é sua, hoje a festa é nossa... É de quem quiser...



PS: Se vc não entendeu esse post acesse o site da banda: www.rosadesaron.com.br e veja a última notícia



Escrito por Rogério Feltrin às 01h00
[] [envie esta mensagem] []



Poderia ser melhor?

Ainda falta 1 mês para o ano acabar, mas esses 11 meses foram de uma alegria q não tem nem como explicar.
Dia da gravação do DVD, lançamento do mesmo, lançamento do nosso livro c/ direito a pocket na Cultura, Expomusic, bienal do livro, nosso busão véio porem novo hehehehe, nossa! Foi tanta coisa esse ano...
Foi celebrado, viu! Nunca terei palavras p/ agradecer Deus por tanta generosidade no mesmo ano, não da pra reclamar por falta de presentes.
Isso s/ contar as alegrias vividas nos mais de 100 shows, as pessoas q conhecemos, os lugares, comunidades...
Porem, nada supera, nem tem como superar, em significado o q vivemos domingo (p/ mim ainda é ontem): A Missa em ação de graças pelos 20 anos da banda, na TV Séc. 21, presidida por Pe. Joãozinho e co-celebrada pelo novo amigo q fizemos esse ano, Pe. Junior.
Q momento perfeito estarmos ali, juntos dos amigos e da familía! Nenhuma festa se compara ao banquete oferecido a nós em volta do altar.
Pô, e as palavras do Pe. Joãozinho? o q foi aquilo? q pregação mais oportuna, ao mesmo tempo celebrando a alegria e nos lembrando dos q sofrem. Como diz a canção "se tudo é alegria, mesmo assim, alguém sempre chora"
Só me resta repetir insessantemente OBRIGADO SENHOR
Nem nos meus sonhos mais audaciosos imaginei um ano de comemarações melhor q esse.
Agora q esse ano está chegando ao fim, finalizo aqui c/a msg da semana, as palavras de Paulo, lembrada a nós pelo amigo Thiago Azevedo: "não que eu já tenha conquistado o prêmio ou que já tenha chegado à perfeição; apenas continuo correndo para conquistá-lo, porque eu também fui conquistado por Jesus Cristo. Não acho que eu já tenha alcançado o prêmio, mas uma coisa eu faço: esqueço-me do que ficou para trás e avanço para o que está na frente." (Filipenses 3, 10 - 14)
PS: Mas ainda resta o "Gran Finale", o ano não acabou. AGUARDEM hehehehehe






Escrito por Rogério Feltrin às 03h00
[] [envie esta mensagem] []



Desculpem a nossa falha

Poxa, q mancada...
Esqueci de colocar uma informação importante aqui.
O bonequinho da foto do post anterior foi um presente da Wagneriana, de Fortaleza-CE
Alem dos bonecos ela nos presenteou tb c/ um pingente c/ a marca do DVD, feito sob encomenda.
Mais uma vez, obrigado Wagneriana pelo carinho.
Deus te abençoe



Escrito por Rogério Feltrin às 05h04
[] [envie esta mensagem] []



+ 1 pouco de "eu"

Qualquer semelhança entre as imagens não é mera coincidência



Escrito por Rogério Feltrin às 02h31
[] [envie esta mensagem] []



Propaganda Maravilhosa



Escrito por Rogério Feltrin às 03h45
[] [envie esta mensagem] []



EU

Presente q ganhei do artista João Paulo em Juazeiro do Norte-CE
Achou o meu engraçado? Vc não viu os desenhos do resto da banda ainda.

 



Escrito por Rogério Feltrin às 02h18
[] [envie esta mensagem] []



Wall Paper

Encontrei na net, já coloquei no meu micro... muito bonito!



Escrito por Rogério Feltrin às 02h45
[] [envie esta mensagem] []



Seria falta do q fazer?

Nossa equipe na maior correria montando nosso equipamento antes de 1 show, enquanto eu e a Pat Magali produziamos essa obra prima da fotografía! (hehehehe)
Vejam o poder da minha super lanterna!
Seria um Bat-Sinal? uma fraude feita no photoshop? Seria uma lanterna capaz de iluminar a noite de Osasco?
Mistério...

PS: Valeu Pat pela foto, já está na hora de vc aparecer em 1 show de novo... pela 14ª vez hehehehe



Escrito por Rogério Feltrin às 03h58
[] [envie esta mensagem] []



Just Luma

Vira e mexe, nos shows, alguém me pergunta da Luma... Muito em função dos "thanks" nos CDs, das vezes q citei seu nome em alguma crônica ou mesmo aqui no Blog.
Essa é a Luma!
Por uma dessas coincidências malucas ela fez 8 anos no dia 08/08/2008, É muito 8...
O q seria do homem se não existissem os cães? Talvez existissem muitos mais gatos, talvez a Carla, esposa do Grevão, q é dona de um Pet Shop, trabalharia em outro ramo, enfim, difícil dizer como seria o mundo, mas de uma coisa eu tenho certeza:
Seriamos mais tristes.



Escrito por Rogério Feltrin às 01h38
[] [envie esta mensagem] []



Raríssimo momento de postagem vespertina

Como são belos sobre as montanhas os pés do mensageiro que anuncia a felicidade, que traz as boas novas e anuncia a libertação, que diz a Sião: Teu Deus reina! (Isaías 52,7)

Foto de Carlos Henrique (Imperatriz-MA)



Escrito por Rogério Feltrin às 17h17
[] [envie esta mensagem] []



Coisas do Brasil

A primeira vista isso pode soar estranho, vc chega mesmo a pensar q é uma piada, mas não é...
No Maranhão existe um refrigerante chamado Guaraná Jesus, ele (ou seria "Ele"?) é distribuído exclusivamente no estado, essa é a estratégia da empresa e parece funcionar bem.
Andei pesquisando na net e descobri q Guaraná Jesus (q não é sabor guaraná) detém 24% do mercado de refrigerantes no Maranhão. Em um segmento disputado a tapas entre Coca-Cola e Guaraná Antártica (além de trocentos refrigerécos q andam na rabeira), 24% é MUITA coisa, a ponto de eu ousar dizer q ir ao MA e não tomar uma latinha de Jesus é a mesma coisa q vc ir a Itália e não comer uma pizza.
Além do nome "diferente", a coloração do refri é rosa-choque, o sabor é difícil de descrever, mas é algo tipo "sabor de pirulito c/ 1 toque de canela".
Eu não achei ruim, mas tb não achei bom, mas obviamente trouxa uma latinha p/ casa como recordação.
Bom, aconteceu q eu cheguei em casa hj morrendo de sede, abri a geladeira e não tinha nada (além de água) p/ beber. Foi então q eu olhei aquela latinha colorida ali, gelada, não pensei duas vezes, abri minha recordação do MA e bebi.
Me perdoem o trocadilho infame, mas...
Jesus matou a minha sede!
 


Escrito por Rogério Feltrin às 01h58
[] [envie esta mensagem] []



3 Patetas

Foto tirada no 5º ComVocação em Osasco-SP
Vale pra descontrair hehehehe
Eu, o Girafo e o Guilherme
Valeu Ronie pela foto. Ficou bacana



Escrito por Rogério Feltrin às 03h38
[] [envie esta mensagem] []



Autografando e fotografando

Nessa quarta feira, dia 20, estarei autografando o livro "Rock, Fé e Poesia" na Bienal do Livro em São Paulo.
A quase 1 mês atrás estávamos lançando o livro na Livraria Cultura em Campinas.
Na foto tirada no dia, tudo o q existe de mais importante para mim na mesma foto:
O Rosa (representado pelo meu truta Grevão), meus pais, minha sobrinha Lara e minha esposa Renata.
Só as tais coisas q não tem preço...



Escrito por Rogério Feltrin às 02h01
[] [envie esta mensagem] []



Voltando pra casa

Depois de 15 dias em Belém-PA, na casa dos meus sogros Noelio e Beth, chega a hora de voltar p/ a realidade.
Fim de férias é duro...
Bom, nosso vôo é as 6:00 da manhã, o q significa q eu teria q acordar as 4:00h.
Já são 1:15 da madruga, logo eu conclui q é mais negócio eu ficar acordado então, pq depois q durmo, EU DURMO MESMO hehehe, é ruim de me acordar...
Aproveitando esse meu "plantão", me lembrei q meu blog ainda existe (pobrezinho ficou abandonado nas férias) e vim deixar meu "alô" por aqui.
Selecionei p/ postar uma foto q tirei c/ a Rê, na Estação das Docas, meu canto preferido de Belém, alias, com toda sinceridade, esse lugar, entre todos q conheci na vida, está entre os q mais gosto.
Nada como o ventinho do final da tarde na Estação das Docas p/ abrandar o calor de Belém.




Escrito por Rogério Feltrin às 01h18
[] [envie esta mensagem] []



Devendo mais uma

Já perdi a conta de quantos favores esse cara já me fez.
Minha dívida c/ ele só aumenta!
Agora mais essa: repaginou meu blog. Se vcs curtiruam o novo visual do blog, a arte é do cara (embora eu tenha coordenado! KKKK)
Thiago Azevedo é o nome! Criador do melhor blog sobre o Rosa de Saron:
Rosonautas:
www.rosadesaron.musicblog.com.br
Valeu pela amizade e pela força Thiago! E q Deus lhe pague (pq se for depender de mim... hehehehe)



Escrito por Rogério Feltrin às 00h06
[] [envie esta mensagem] []



Me emocinou...

Tem dias q a gente está mais emotivo...
Eu já sou de me emocionar fácil, então não sou muito referência, mas vi a dica desse vídeo no orkut e assisti-lo me emocionou.
Então estou dividindo ele com vcs, espero q gostem
Deus abrençoe vcs me emocinou...



Escrito por Rogério Feltrin às 00h31
[] [envie esta mensagem] []



FAZ UMA MAIOOOOOR

Eu e Gustavo Leite (tecladista que está nos acompanhando durante turne do Acústico), em dia se Summer Beats tirando de letra a Looping Star, umas das montanhas russas do Playcenter em São Paulo - SP
Tranquila D+ em Leitinho? Faz uma maior Playcenter
PS: Reparem Merrinha tb tranquilo no banco de trás.



Escrito por Rogério Feltrin às 03h36
[] [envie esta mensagem] []



Blogando, blogando, blogando

O ano começou pra valer agora e eu vou botar esse blog pra funcinar heim!
Bom, vou postar uma foto do ano passado aki q ficou na fila e acabei não colocando.
A historia é a seguinte: fomos num show, eu e Grevão c/ nossas respectivas esposas e o carinha de um jornal de Valinhos fotografou a gente falando q ia entrar na coluna dele no jornal.
O cara não conhece o Rosa não, é desses colunistas q saem fotografando "baladas". Ele fotografou a gente pq eu e Grevão somos bonitos! hehehehe.
Isso aí, agora somos "colunaveis", nossa proxima meta é o programa "Amauri Jr." HAHAHAHAHA




Escrito por Rogério Feltrin às 00h48
[] [envie esta mensagem] []



Primeira madrugada de 2008

Minha primeira madrugada de 2008 (a noite do Reveillon não conta, todo mundo fica acordado, aí não tem graça) e claro q eu tinha q postar aki.
Primeiro, pq entre meus propósitos de ano novo, prometi blogar mais, mas se isso não acontecer, por favor, não me condenem, tb prometi comer menos várias vezes e nunca cumpri.
Continuando, em segundo lugar, está sobrando assunto e fotos pra postar.
Começo fazendo a observação de q é preciso atualizar o post anterior, pois o queniano Robert Cheruiyot, não é mais o vencedor de "apenas" duas São Silvetres, dia 31 ele conquistou a prova pela terceira vez. Minha dica é: Coma MUITO arroz e banana, pois esse cara aí se entupia disso, ninguém me contou, eu vi!
Bom, eu tb teria aki muitas fotos de congestionamento pra postar, fiquei horas parados na Regis Bittencourt indo de Sampa p/ Curitiba, a rodovia ficou interditada em função de um acidente de caminhão, me proporcionando uma viagem q durou 12 horas e meia, mas como isso aki é meu blog e não o programa Brasil Urgente, nada de imagens de congestionamento e caminhão tombado, né?
Claro, aproveito meu primeiro post pra desejar um Feliz 2008, para os amigos "rosarianos de plantão" q me acompanham nesse informal e despretensioso blog. Mas tb nada de fotos de msg de fim de ano q isso tem bastante na net hj.
Selecionei então, uma foto tirada em Curitiba, no apê da minha amiga Ziza, pq hj, dia 01 (na verdade ontem) é aniversário dela.
Parabéns Ziza, q Deus abençoe sua vida, sua voz, seu jeito de ser e pensar, tão bem retratados em suas canções.
Na foto: Jota, Ziza, minha esposa Rê e eu.
Mais uma vez: Feliz Ano Novo



Escrito por Rogério Feltrin às 03h06
[] [envie esta mensagem] []



Correndo para 2008

Mais tradicional que corrida de São Silvestre na virada do ano, impossível!
Eu, hj blogando da capital paulista e hospedado no mesmo andar q o maratonista queniano Robert Cheruiyot, vencedor das corridas de 2002 e 2004 (obrigado google!)
Ele está aki, obviamente, p/ participar da São Silvestre 2007.
Fiz uma foto c/ o cara exclusivamente p/ postar aki, segue a foto do corredor Robert e do "robert" Rogério Feltrin (eu mesmo) ao lado dele.





Escrito por Rogério Feltrin às 00h18
[] [envie esta mensagem] []



Uma última canção

Nunca fui de ter sonhos de consumo, nunca desejei ter TANTO TANTO um carro específico, nunca me apaixonei por uma moto. Mesmo quando moleque, raramente queria o tênis "tal", o relógio "x", sei lá...
Mas sempre há a exceção...
Eu tinha 13 anos, estava aprendendo a tocar violão, a banda de nossa classe no colégio iria participar de um festival e estavam precisando de um baixista, assim eu conheci o instrumento e foi decidi ter meu próprio contra baixo. Vendi minha Caloi Cross e comprei meu primeiro baixo, bem baratinho.
Um dia, não me lembro quando, eu conheci o MusicMan, passei então a ter um sonho de consumo, mais q isso, passei a ter um objetivo, disse pra mim mesmo: "quando eu tiver 21 anos vou ter um contra baixo MusicMan, modelo Sting Ray, preto". estranho marcar uma data dessa forma, mas foi assim.
O tempo foi passando, eu c/ minhas economias troquei meu baixo ruim por um ruim e meio, depois troquei por um nacional muito bom, depois troquei por um importado (ter um instrumento importado nessa época era raridade, ninguém tinha, o mercado de instrumentos no Brasil era muito diferente de hj) e quando eu tinha 21 anos eu finalmente comprei o baixo, do jeito q eu sonhei, do jeito q eu imaginava. Naquele momento, Deus me deu a graça de realizar um sonho de uma adolescência inteira.
Olhei pra ele e com toda verdade do mundo pensei "vc é pra vida toda".
Mas o tempo foi passando e os arranjos do Rosa começaram a pedir um baixo de 5 cordas, eu relutava, a galera cobrava e eu pensei em ter um 5 cordas qualquer p/ os shows enquanto ficava c/ o outro comigo, pensei em ter dois baixos.
Em setembro, numa viagem q fiz p/ os EUA (veja a foto aí mais pra baixo) surgiu na minha frente um MusicMan preto, Sting Ray, igual ao meu, porem 5 cordas, numa oportunidade imperdível. Falei:´"É agora". passei o cartão de credito e trouxe o menino pra casa.
Estou muito feliz e satisfeito c/ essa aquisição, o baixo é lindo, tem um sonzão, fiz um ótimo negócio e não estou arrependido, mas, para cobrir essa despesa, tive q vender o meu bom e velho 4 cordas, mesmo pq não faz o menor sentido ter 2 baixos caros para 1 ficar parado.
Depois de me acompanhar por 14 anos, mais de 10 Halleis, rodar o Brasil comigo, quase congelar no Paraná, quase derreter em Manaus e continuar lindo, depois de ter gravado Sangria no CD Diante da Cruz e ter de repeti-la sabe Deus quantas vezes na vida, depois de inúmeras "Do Alto da Pedra", de mais de duas centenas de "Obrigado Por Estar Aqui" entre shows e ensaios, chegou a hora de nos despedirmos.
Me convenci (pelo menos tentei) de q na vida é preciso ser desapegado e por uma boa quantia entreguei o "Excalibur" (foi o nome q eu dei a ele quando o comprei) para seu novo dono, desejando q esse novo dono (q já se apaixonou pelo instrumento) seja tão feliz como eu tenho sido, q o instrumento carregue consigo um pouco das imensas bênçãos q eu recebi enquanto eu o empunhava.
Bom, acho q isso é tudo q eu tinha pra dizer.
E assim termina mais uma história de amor...



Escrito por Rogério Feltrin às 01h17
[] [envie esta mensagem] []



História boa de se contar

Estava eu, passenado c/ minha esposa em Monte Verde - MG, quando resolvemos dar uma volta de carro p/ conhecer o centrinho onde fica a igreja, o mercadinho, etc.
De repente veio a lembrança em minha cabeça de q uma semana antes eu havia enviado uma camiseta do Rosa p/ lá, então eu disse: "Em algum lugar por aqui existe uma camiseta nossa". Minha esposa imediatamente respondeu: "Bom, então acho q sua camiseta está atravessando a rua". Do outro lado da calçada estava o Tony, vestindo uma camiseta do Casa dos Espelhos e seu amigo Fabrício. Encostei o carro perto dele, fiz uma brincadeira e foi assim q eu os conheci.
Na noite seguinte fui ao restaurante onde eles tocavam e entre vários sucessos do rock e do pop eles cantaram Apenas Uma Canção de Amor.
Valeu pela amizade Tony, segue abaixo a foto q a gente tirou na tarde q nos conhecemos.
Deus te abençoe




Escrito por Rogério Feltrin às 02h06
[] [envie esta mensagem] []



Nossa tropa de Elite

Imagens exclusivas do treinamento da equipe do Rosa de Saron feitas c/ uma camera escondida.



Escrito por Rogério Feltrin às 23h09
[] [envie esta mensagem] []



Todo mundo posando pro retrato

Dando sequência a essa coisa de "foto de galera", segue uma tirada no dia da gravação do Arena do Som, na TV Séc. 21.
Da esquerda pra direita (calma, calma, calma... não vou citar o nome de todos) é assim:
A galera das cordas, a banda e os backings.
Mais fácil, né?



Escrito por Rogério Feltrin às 01h44
[] [envie esta mensagem] []



Com vcs, o meu amigo... Erasmo... Ops! Tchelão!

Em 1987 conheci o Tchelão e por incrível q pareça esse doido aí é q me levou pra Igreja (e tem gente q ainda dúvida de milagre).
Fundamos o Rosa juntos, depois ele montou o The Flanders, saiu da banda, mas a vida continua e o importante é q estamos juntos no propósito de tocar pra Deus.
Até ele, q é o pior cara em matemática q conheci na minha vida, é capaz de fazer a conta e descobrir q já são 20 anos de amizade.
O legal é q o sentimento, de quando estamos juntos, é o mesmo daquela época (to falando do século passado). Eu chamaria isso de "preservar a juventude de espírito", mas a maioria chama isso de retardamento mental mesmo. Tudo bem...

PS: São 4:10, só 4:10 da manhã... (prometo não abrir a janela pra gritar... eu moro em apartamento)

 



Escrito por Rogério Feltrin às 03h06
[] [envie esta mensagem] []



O q 2 horas de atraso de um vôo não fazem...

Estávamos no aeroporto de Guarulhos p/ ir pra Manaus e o voo estava atasado.
Sabem como é, né? ficar s/ ter o q fazer é terrível! hehehe Neguinho começa a inventar moda rapidinho.
Bom, nessa descobrimos como Grevão faz pra ter um corpo tão em forma hehehe
Roda o vídeo



Escrito por Rogério Feltrin às 04h24
[] [envie esta mensagem] []



Aniversário da Luma

Q me perdoem os malucos q acham q cachorro não é gente hehehe, mas esse post é somente p/ as pessoas q como eu, adoram cachorro.
Aqueles q já leram minhas crônicas ou já leram meus "thanks" em nossos CDs (tem muita gente q encara aquelas letrinhas pequinininhas), já "ouviram falar" na Luma, minha cadela boxer.
Ela completou 7 anos nessa quarta-feira, dia 08 (o certo seria dizer: ontem, mas como eu não fui dormir, na minha cabeça ainda é hj).
O Dr. Francisco, veterinário dela, disse q 7 anos já é considerada "a porta" da terceira idade no caso do boxer, então ela está literamente ficando velhinha.
Para homengear essa criatura q tem o poder de exterminar meu mau humor c/ um olhar, tb para apresenta-la aos q não a conhecem, segue uma foto dela (c/ apenas 52 dias de idade) no dia em q ela chegou em nossas vidas, tornado-as muito, mas muito mais bonitas.
Feliz aniversário Luma!




Escrito por Rogério Feltrin às 01h15
[] [envie esta mensagem] []



Madrugada Innsone

Mais uma madrugada insone... estou aki blogando "enquanto o sono não vem".
Não, não estou c/ preocupações ou problemas q me tiram o sono, esse apenas sou eu, um cara q nunca gostou de ir cedo para cama.
Não venham me dizer q é questão de hábito, eu já era assim no berço (para desespero de minhã mãe) em vez de dormir, como uma criança normal, eu ficava brincando no bercinho.
Quando criança, meu tio me apelidou de Mappim, q era uma loja de departamentos q ficava no centro e ficava aberta até meia-noite (o q era super tarde numa época q não havia ainda shopping em Campinas).
Como dizem: "Nasci assim". No meu caso isso é literal, pq nasci as 2:30h da madruga. Deus me livre, mas isso é quase uma vocação pra vampiro!  hehehehe.
Bom, mas estou aki divagando só pq a Re (Renata, minha esposa) não está aki(ela está em São Paulo, trabalha num projeto da Globo, olha só q chick! Tenho esposa global!), se ela estivesse já teria me proibido (isso é apenas modo de falar, pq aki em casa quem manda sou eu) de ficar no computador ate essa hora e já teria me mandado (pedido) deitar.
Por falar na minha esposa, poxa, agora fiquei c/ saudade... Eu q já publikei foto de meio mundo, vou aproveitar p/ publicar uma foto nossa então e depois disso juro q vou dormir.
Deus abençoe a todos q me fazem companhia. Abraços e bjos



Escrito por Rogério Feltrin às 02h18
[] [envie esta mensagem] []



Dança do Ursinho

Acabei de chegar de viagem, depois de 4 dias fora de casa eu estou pregado.
É madrugada e minha cama me chama, mas fiquei inquieto e antes de dormir, antes de qq coisa, eu PRECISAVA postar esse vídeo.
Nele, o integrante de nossa equipe, Marcos Bernardes, mais conhecido como Jiló, cria uma nova coreografia, em 1 momento de pura inspiração em plena praça na cidade de Paranaguá - PR.
Abrão, sinto muito, mas sua dancinha do Playstation não é nada perto disso.



Escrito por Rogério Feltrin às 03h44
[] [envie esta mensagem] []



Momento Filosófico

Na sequência, da esquerda p/ a direita: Jiló, Eu, Grevão e Abrão, na Chapada dos Guimarães - MT.
O q será q cada um estava pensando nesse momento, heim?
Essa é de dar inveja em Platão e Sócrates juntos.



Escrito por Rogério Feltrin às 03h02
[] [envie esta mensagem] []



Diversão e "Arte"

Apesar de toda correria das viagens sempre se arruma um tempinho pra fazer algo de inútil! hehehe
O vídeo abaixo é um ÓTIMO exemplo disso.
Em Vilhena-RO, Grevão "controla" o tecnico de som Abrão, em uma tentativa de prepara-lo para a "Dança dos Famosos".
Duas perguntas: Será q o 5º Elemente Abrão dança? Será q ele é famoso? Alguém precisa avisa-lo q s/ esses pré requisitos ele não entra.
Roda o vídeo:



Escrito por Rogério Feltrin às 01h37
[] [envie esta mensagem] []



Noite de Estreia

Olá Rosarianos de Plantão
Meu nome é Rogério Feltrin e para os milhões de internautas q não me conhecem sou o cara da foto abaixo.
Me perdoem, não sou bom em tirar foto, essa cara carrancuda não reflete o sujeito de paz q eu sou.
Decidi criar esse blog pq... sei lá, vontade de me expressar, ou talvez mais uma invenção de minhas madrugadas insones.
Acho q já falei demais para o primeiro post, vou economizar pensamentos para outras ocasiões
Como diria o Pernalonga: "Por hj é só pessoal"



Escrito por Rogério Feltrin às 02h47
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Rogério Feltrin nasceu em Campinas-SP, em 1972, e é formado em Publicidade e Propaganda. Ainda pré-adolescente, descobriu o que realmente ama fazer: música. Já no primário, ingressou na fanfarra do Colégio Salesiano, onde estudou. Poucos anos depois, fundou com um grupo de amigos a banda Rosa de Saron.
É autor e co-autor de inúmeras canções da banda.
“ Rock, Fé e Poesia. 20 anos de Rosa de Saron narrados através de
suas músicas” é seu primeiro livro, lançado em 2008, em comemoração
pelos 20 anos de hist ória da banda.




+ veja mais


Dê uma nota para meu blog



Rosa de Saron
Sacrovia